War Thunder background
D4Y Suisei
Atenção! Esta notícia foi publicada na versão antiga da página. Pode haver problemas com a mostragem da mesma em certas versões do navegador.


Na próxima atualização 1.71 Nova ERA, os pilotos poderão voar o lendário bombardeiro de porta-aviões D3A. Dêem as boas vindas a duas das versões do melhor bombardeiro japonês do final da guerra - a série D4Y Suisei!​

História

A série D4Y foi desenvolvida pelos japoneses no final dos anos 30 com a substituição dos antigos D3A. Embora o plano inicial fosse substituir o lendário D3A pelo Heinkel He-118, esta opção foi rapidamente descartada assim que o candidato alemão provou ser desadequado. Assim que os engenheiros japoneses adquiriram a licença do motor alemão DB601A, eles iniciaram os trabalhos no seu próprio desenho a partir de inspiração no falhado desenho alemão. O novo avião, designado D4Y Suisei decolou pela primeira vez em dezembro de 1940 e subsequentemente entrou em produção em série após passar nos testes em 1942.

Assim entrou em serviço, o D4Y esteve na Armada Imperial Japonesa até à conclusão da guerra e usado em vários papeis, desde bombardeiro de mergulho até a reconhecimento e caça noturno. Cerca de 2000 D4Y em várias modificações foram construídos entre 1942-1945.



O D4Y vai ser adicionado ao War Thunder com duas versões - o D4Y2 e o D4Y3. O D4Y2 representa uma das modificcações iniciais, equipado com a versão japonesa do motor alemão Daimler-Benz DB601A. No entanto, como as tripulações e equipes de manutenção desvendaram, o motor era pouco fiável e de difícil manutenção. Com isto, em modificações posteriores como a D4Y3, foram equipados e  testados com um motor radial da Mitsubishi, resolvendo os problemas de fiabilidade. 


Wallpaper: 1280x1024 | 1920x1080 | 2560x1440


Comparado com o seu predecessor, os D3A e D4Y são capazes de carregar ligeiramente mais massa de bombas, oferecendo aos pilotos uma escolha entre vários calibres de bombas e rockets, enquanto retém a mortífera precisão. Assim que as bombas são largadas, os pilotos podem escolher voltar à base, ou continuar a colocar pressão no inimigo com as sua metralhadoras, capazes da abater veículos leves.



Fiquem atentos a estas duas novas adições às forças aéreas japonesas na próxima atualização 1.71 Nova ERA!


Devblogs anteriores:


A Equipe War Thunder

Ler mais:
RN Bolzano: O Último Cruzador
  • 18 março 2024
Imperial Flagship: SMS Baden
AH-1W Super Cobra
Veículo de Esquadrão: F-5E FCU

Comentários (1)

A notícia já não está disponível para comentar