War Thunder background
PzKpfw III Ausf. B
Atenção! Formato de notícias desatualizado. O conteúdo pode não ser exibido corretamente.


Nos anos 20 a Alemanha tinha começado a desenvolver novos tanques para uma possível guerra futura. Oficialmente foram proibidos de colocar em serviço tais veículos, no entanto, o Panzerkampfwagen I (Pz.Kpfw I) foi colocado em produção em massa em 1934 - foi o primeiro tanque alemão moderno com armamento de metralhadoras e blindagem à prova de bala. 


Embora o desenvolvimento deste veículo tenha sido bem sucedido, o comando alemão entendeu que necessitava de máquinas mais pesadas. Foi assim que os Pz.Kpfw II seguido do Pz.Kpfw III foram criados.


O desenho do Pz.Kpfw III tinha como requerimentos um canhão de 37 mm montado numa torre rotativa, com um motor de 250-300 cavalos e alcançava uma velocidade máxima de 40 km/h. A ordem dos 25 primeiros veículos para testes militares foi colocada em dezembro de 1935, os tanques eram para entrar em serviço na primavera de 1936.



O PzKpfw III Ausf. A foi uma modificação baseada no protótipo que não alcançou os requerimentos - a velocidade não excedia os 35 km/h, muito devido a um chassi defeituoso - as rodas das esteiras mais baixas (cinco em cada lado) tinham um diâmetro grande e suspensão individual. A próxima modificação - o Ausf. B - tinha rodas pequenas que foram agrupadas. Estes veículos foram colocados em serviço no final de 1937.


 

Wallpaper 1280x1024 | 1920x108 | 2560x1440



O PzKpfw III Ausf. B irá ser introduzido em breve à árvore alemã como tanque de reserva. Ele será a primeira modificação da linha dos PzKpfw III com uma ligeira diferença de BR para tanques alemães iniciais - tornando-o mais fácil para novos jogadores. 

O tanque tem menos massa e blindagem que o PzKpfw III Ausf. E, mas possui o mesmo armamento.


Veículos e mapas da Atualização 1.59 Flaming Arrows:

Ler mais:
Veículo do Battle Pass Sholef V.1
Veículo do Battle Pass: PBM-5A Mariner
Seek & Destroy: Melhorias e Refinamentos
  • 14 junho 2024
Vextra 105: Suporte de Fogo!
  • 13 junho 2024

Comentários (3)

A notícia já não está disponível para comentar