War Thunder background
Gravações de Som Parte II: Tiger II
Atenção! Esta notícia foi publicada na versão antiga da página. Pode haver problemas com a mostragem da mesma em certas versões do navegador.


Nós continuamos a nossa série dos diários de Max Lachmann acerca das gravações de sons autênticos de veículos militares. Desta vez, Max e os seus colegas foram à França encontrar-se com o único Tiger II operacional. Antes desta viagem, ele aprimorou o seu francês, e no final teve o convite para champanhe de uma mulher francesa.


II. As gravações de Saumur

Nós tinhamos gravado uma boa coleção de aeronaves caça e bombardeiro da Segunda Guerra Muncial quando Pavel se dirigiu à Pole Position Production com outro pedido. Eles necessitavam de gravações autenticas de tanques deste periodo. Excitado pelo desafio único, não consegui esperar para começar a pesquisa. Não demorou muito até perceber que um dos melhores recursos, com a maior coleção, era o Musée Des Blindés em Saumur, na França. Também aprendi que eles estavam na posse do único Tiger II operacional, um lendário tanque alemão.



Na sua página eu encontrei um contacto a partir do qual eu escrevi em inglês, apresentando a empresa e eu próprio, e explicando o meu propósito. Como o meu francês era fraco ao ponto de dizer apenas algumas palavras, eu estava um pouco baralhado na consideração das minhas opções. Como tinha alguns amigos fluentes em francês, pedi-lhes para traduzirem isso para mim. O problema foi tentar responder ao email. Inicialmente e escrevi as respostas que os meus amigos traduziram, mas logo tornou-se um processo lento. Então eu usei o Google Translator para traduzir as minhas quespostas, embora sabendo que não sería perfeito mas entendível. Isto resultou por algum tempo, até que eles finalmente me pediram para lhes telefonar. Eu sabia que o Google Translator não serviria de nada ao tentar falar com eles. Então o que fiz? Descobri que tinha um ex-militar francês na nossa rede, Dominique Ruer, o que simplesmente remetemos toda a comunicação com ele. Isto foi crucial na forma como trabalhámos mais tarde. Ele fez um trabalho fantástico, contactando quase diariamente com o museu para explicar as nossas necessidades, encontrar o que estava disponível para gravar, orçamentos, acordos e seguros. Após um longo processo nós finalmente conseguimos uma boa lista de tanques passíveis de gravação, no qual passei a Pavel para ele tomar a decisão. Ele decidiu o Tiger, claro, com um R35, B1 BIS, Somua S35, H39, TD M10, Valentine, Hetzer e um Panther.

Devido ao número de veículo a gravar, percebemos que precisávamos de uma semana inteira, tendo em contra a eventualidade de nos depararmos com mau tempo e outros problemas técnicos. Não é por acaso que estas antigas máquinas sejam dificeis de arrancar às vezes. Com isto, desenhámos uma programação que enviámos para o museu antes da nossa chegada, que estava planeada para janeiro de 2014. Eu tinha planeado o Tiger para o segundo dia, pois era o objeto mais raro. Ao tê-lo planeado para o segundo dia,  esperei que eles soubessem dos procedimentos na altura com todas as manobras que precisava, e ainda ter tempo para correções na eventualidade de problemas técnicos. Desta vez trouxemos um camera man do Reino Unido, pois o nosso fotógrafo não estava disponível, e e nós fomos sortudos ao ter connosco o muito talentoso Nick Kelly para nos ajudar. E tal como no caso do Lancaster, nós tínhamos Eilam Hoffman a ajudar-nos também. Eu consegui arranjar-lhes viagem de Londres para Paris de comboio, enquanto Bernard voou de Estocolmo, conseguiu um carro, apanhou Eilam e Nick, e conduziu durante três horas para Saumur. Como nós percebemos que a comunicação seria um problema, também trouxemos connosco Dominique, para termos a certeza que o idioma não se tornasse numa barreira aos melhores resultados.



Bernard:

Nós chegámos ao museu da manhã de segunda-feira. A área de registo que nos foi dada foi a estrada em frente do museu dentro dos portões. Era um pouco pequena mas conseguimos fazer um alçado da disposição dos microfones para obtermos os melhores resultados. Desta vez decidimos que Eilam deveria ter a responsabilidade dos registos integrados, e eu fiquei responsável pelo resto. Eilam colocou junto um grande conjunto de equipamento com todos os cabos coloridos para que fosse fácil a troca entre os veículos. Ele tinha três gravadores com um total de 18 canais integrados.

Nós decidimos termos um ponto de inicio e final com os microfones no meio de uma relativamente curta reta de onde os tanques procediam. Em ambos os terminais da reta, nós colocámos microfones para capturar as reviravoltas. Nós tínhamos planeado onde colocar cada micro e iniciá-los imediatamente para acoplar ao veículo. Nick teve de descobrir como filmar e fotografar por si próprio, e Dominique teve o papel de ''líder'', pois era ele que entendia a língua. Foi muito necessário que os condutores entendessem o que queríamos e não perdessem nenhuma parte da nossa programação. Os primeiros veículos demoraram um pouco mais tempo até que apurássemos o posicionamento dos microfones.

O segundo dia de manhã começou com o Tiger II. Estava localizado no museu e o som no seu interior era ensurdecedor. O pessoal do museu foi muito amigável, e até mesmo nós iniciámos a marcha do veículo. Máquina fantástica. O segundo tanque na terça-feira foi o Panther, no qual verificámos ser um monstro.

O tempo não era perfeito todos os dias, e infelizmente tivemos alguma chuva, o que tornou tudo um pouco mais complicado. Nenhum microfone gosta de estar molhado, pelo que tivemos de os cobrir de toalhas e sacos de plástico para manter tudo o menos húmido possível.

Em geral, todos os dias de gravações correram bem (mas algumas vezes com um pouco de stress) e ao meio dia de sexta-feira todos os veículos tinham sido gravados com sucesso. Nós então visitámos o museu e algumas mulheres que trabalhavam no museu convidaram-nos para um copo de champanhe. Um final de uma semana de trabalho!


Outros artigos da nossa série:

Ler mais:
Assista ao Air Superiority 2024 e Receba Prêmios Exclusivos dos Twitch Drops!
  • 10 maio 2024
Thunder Show: BASED MAUS
  • 17 maio 2024
Dia das Forças Armadas dos EUA: Celebrando com um Novo Decalque!
  • 17 maio 2024
Fair Play: Maio 2024
  • 16 maio 2024