Atenção! Esta notícia foi publicada na versão antiga da página. Pode haver problemas com a mostragem da mesma em certas versões do navegador.


Após a rendição unilateral do Japão na Segunda Guerra Mundial, o império deixou de poder desenvolver os seus próprios veículos blindados. Hoje mostramos o protótipo do ST-A1, que iniciou a história dos tanques japoneses do pós-guerra.

Assim que o Japão concedeu a derrota na Segunda Guerra, as instituições militares necessitaram de uma grande reforma, com novos sistemas e métodos de produção. O país estava proíbido de possior um exército formal, mas fora permitida uma força paramilitar policial. durante este período eles usaram tanques providenciados pelos EUA, e mais tarde com a intensificação da Guerra da Coreia, os EUA permitiram ao Japão ter a sua própria força de defesa. Em meados dos anos 50, ficou claro que a Força de Auto-Defesa necessitava de ter o seu próprio desenvolvimento para ir ao encontro das necessidades do próprio território. Novos tanques leves japoneses foram planeado para serem compactos e manobráveis, tornando-os capazes de serem transportados por terreno montanhoso. Os veículos receberam o armamento norte americano de 90 mm, mais especificamente os mesmos canhões dos M46 e M47, já familiares dos jogadores do War Thunder.



Para atingir as metas do militares, os projetistas ofereceram vários desenhos promissores, o primeiro foi o ST-A1. O tanque acabou por ser muito compacto, com uma altura de apenas 2,2 metros. Isto permitiu ter excelentes capacidades para cobertura, com uma torre fundida e um alçado tradicionalmente japonês: o motor instalado atrás da transmissão. Dois veículos desde modelo foram terminados. Apesar do facto da série ST-A1 não ter continuado, foi um ponto de começo para o desenvolvimento de tanques japoneses futuros.



No War Thunder, o ST-A1 está localizado na última parte da árvore de pesquisa. O tanque usa a cobertura existente com facilidade, mas a blindagem frontal é de apenas 75 mm, o que é bom para um tanque leve, mas na prática ele é médio. Em termos gerais, a blindagem do ST-A1 fará pouca diferença em combate; o mais importante a notar é a sua excelente arma! 


Download Wallpaper here: 1280x1024 | 1920x1080 | 2560x1440


A arma é uma versão modificada da norte americana M3A1 usada no Patton, e permitia ao ST-A1 estar em combate com confiança redobrada. Além da mobilidade, o baixo perfil do ST-A1 permite não apenas esconder em coberturas que para outros tanques são pequenas, como também agir por detrás dos próprios aliados, aproveitando os momentos de recarregamento dos adversários!



ST-A1 - o primeiro tanque japonês da nova era; e não será o único tanque de topo que planeamos mostrar nos devblogs. Fique atento aos próximos!


A Equipe War Thunder!

Devblogs anteriores:

Ler mais:
PGZ-09
  • 1 junho 2021
Aerfer Sagittario 2
  • 1 junho 2021
Assistência na extinção de incêndios
  • 1 junho 2021

Comentários (0)

A notícia já não está disponível para comentar

Arquivos de cookies

Esta página utiliza cookies. Ao continuar a aceder esta página, você concorda com a utilização de cookies.