Fairmile D
Atenção! Esta notícia foi publicada na versão antiga da página. Pode haver problemas com a mostragem da mesma em certas versões do navegador.


Nós começamos a mostrar as

forças navais britânicas com o Fairmile model D.


Ao longo de 1941, engenheiros da Royal Navy estavam ocupados a desenvolver e testar novos tipos de canhoneiros e torpedeiros de forma a desenhar uma contramedida contra os Schnellboots alemães – torpedeiros rápidos que estavam interferindo nas operações britânicas no Canal da Mancha. Os requerimentos para o navio eram claros - o navio estava destinado a ser uma plataforma universal capaz de carregar poderoso armamento de vários tipos, e tinha de alcançar pelo menos 30 nós, para ter alguma chance de anular os predadores alemães. Durante o curso dos testes, os construtores navais chegaram à conclusão de que a plataforma perfeita seria um navio com popa e proas anguladas, mas também com um fundo redondo para que pudesse acomodar quatro hélices. O desenho foi também compatível com a manufatura da época - os navios desta série foram produzidos e melhorados dos anteriores Fairmiles em pequenos cais ao longo da costa britânica. E assim o universal Fairmile D nasceu, e imediatamente apelidado pelos marinheiros de ’Dog Boat‘. Esta alcunha foi claramente inspirada pelo modelo posterior, mas como se revelou, o Fairmile tornou-se num verdadeiro cão de guarda do Canal da Mancha.



O Fairmile D foi um dos mais produzidos navios da guerra. As várias séries de produção diferiam principalmente no armamento - o canhão e metralhadoras foi logo melhorado, os tubos dos torpedos e cargas de profundidade surgiram, e muitos foram modernizados para torpedeiros. O convidado de hoje é a série inicial do Fairmile D. Este é um navio relativamente grande, com 35 metros de comprimento, equipado com quatro motores numa potência total de 5000 cavalos, dando uma velocidade máxima de 32 nós (um pouco menos de 60 km/h). O navio estava armado com um autocanhão de 40 mm 2-pdr QF Mk IIc na proa, dois Oerlikon Mk V de 20 mm, duas metralhadoras de calibre .5 Vickers Mk III e duas de calibre .303 Vickers No. 5 Mk I na ponte. Esta versão do navio não possuía torpedos, mas tinha um par de cargas de profundidade Mk VII.


Download Wallpapers: 1280x1024 | 1920x1080 | 2560x1440


No jogo, a série inicial do Fairmile D é uma bateria flutuante. A principal vantagem está nos autocanhões, cuja munição consistem em munições de fragmentação explosivas. Os seus três canhões providenciam uma boa cobertura de fogo com uma eficácia sem igual. As metralhadoras também dão apoio decente aos canhões - há no total 8. O navio tem uma boa velocidade, fraca manobrabilidade e não possui blindagem (apenas os artilheiros possuem defesas à prova de bala), pelo que o capitão do Fairmile tem de cuidar da segurança da tripulação e do navio como um todo. Nos mares do War Thunder, o Fairmil ocupa o lugar de navio de apoio de fogo. Cuide da equipe, os canhões e metralhadoras poderão salvar os seus colegas quando mais necessitarem.



O Fairmile D está pronto para a batalha e estará disponível
a todos os participantes da closed beta War Thunder. Bem-vindos a bordo!


A Equipe War Thunder!

Outros Navios:

Ler mais:
Atualização Red Skies!
  • 2 junho 2021
Battle Pass: Strength Athletics
  • 6 maio 2021
Copa “Victory Cup”
  • 11 junho 2021

Comentários (0)

A notícia já não está disponível para comentar

Arquivos de cookies

Esta página utiliza cookies. Ao continuar a aceder esta página, você concorda com a utilização de cookies.