War Thunder background
Scharnhorst e aviões de reconhecimento
Download Wallpaper:

Apresentamos e Scharnhorst e o primeiro hidroavião de reconhecimento controlado a partir de cruzadores!

Scharnhorst, Cruzador de Batalha, Alemanha, Nível V.

História

O cruzador de batalha Scharnhorst foi o primeiro navio da série de couraçados da Kriegsmarine construído pelos estaleiros navais de Wilhelmshaven, comissionado a 7 de Janeiro de 1939. O navio participou em operações de combate desde que entrou em serviço até ao seu último dia. O navio recebeu seu batismo de fogo durante uma operação de sabotagem ao largo da Islândia onde o navio auxiliar britânico HMS Rawalpindi, adaptado para operações militares, foi afundado pelo Scharnhorst. Algum tempo depois participou na invasão da Noruega onde juntamente com o Gneisenau, navio da mesma classe, entrou em confronto direto com o cruzador de batalha HMS Renown, sendo obrigados a retirar devido a problemas técnicos no Scharnhorst e danos no Gneisenau. No começo do verão os couraçados alemães encontraram o porta-aviões britânico HMS Glorious, afundando-o juntamente com dois contratorpedeiros escolta. Durante a batalha o Scharnhorst recebeu danos significativos de um torpedo lançado pelo contratorpedeiro HMS Acasta (H09). Após reparações até ao final de 1940 o Scharnhorst operou no Atlântico, destruindo navios mercantes e petroleiros.

Após um raide de bombardeiros pesados britânicos perto do porto de Brest na França, o Scharnhorst acabou ficando nos estaleiros durante todo o ano de 1941. No inverno de 1942 os couraçados Scharnhorst e Gneisenau juntamente com o cruzador pesado Prinz Eugen e com apoio de contratorpedeiros, lanchas torpedeiras e aeronaves, arriscadamente avançou pelo Canal da Mancha em direção à Alemanha. Em Março foi enviado para reforçar o Tirpitz com objetivo de atacar os comboios do Ártico. Em 26 de Dezembro de 1943 e durante uma tentativa de atacar o comboio JW-55B, o couraçado foi descoberto pelo cruzador HMS Belfast. O que se seguiu foi uma autêntica batalha entre o couraçado e a frota de cruzadores escolta britânicos. Avistado e iluminado pelos cruzadores, o Sharnhorst ficou sob fogo do couraçado HMS Duke of York, e as duas primeiras salvas incapacitaram as duas principais torres do navio alemão e sustendo danos no sistema de energia. Após uma curta perseguição, o Scharnhorst foi afundado por uma salva de torpedos de contratorpedeiros e rajadas do HMS Duke of York. Dos 1968 marinheiros apenas sobreviveram 36.

image
image

O Scharnhorst entrará no nível V da marinha oceânica alemã com o lançamento da próxima atualização. Devido a restrições políticas, este bem protegido e armado couraçado possui canhões de apenas 283 mm. No entanto, Scharnhorst acaba competindo com outros couraçados ao nível da blindagem, com um cinturão de 350 mm de espessura e 105 mm junto ao convés, e possui uma velocidade de 31,65 nós..

O armamento auxiliar é composto pod duas montagens de armas de 150 mm. As baterias antiaéreas são compostas por canhões duplos de 105 mm e armas de 37 e 20 mm. O ponto fraco do navio está na ausência de proteção contra torpedos. A área abaixo da linha de água é muito vulnerável tanto a fogo de artilharia como torpedos devido a ausência de bulges, levando a incêndios frequentes e danos potencialmente fatais.

Boas notícias para todos os comandantes! Na próxima atualização o War Thunder introduzirá o lançamento de aeronaves de reconhecimento com lançamento via catapulta. Nós planeamos adicionar hidroaviões de reconhecimento a navios de todas as nações e nas próximas atualizações. Os aviões de reconhecimento permitirão examinar as esquadras inimigas, identificar navios atrás de formações rochosas e ilhas, combater aeronaves e barcos inimigos com autocanhões e metralhadoras, danificar cruzadores ou contratorpedeiros com bombas ou ainda capturar pontos estratégicos!

Vamos analisar como a nova mecânica funciona no exemplo do Scharnhorst e do hidroavião Arado Ar.196. Ao pressionar o botão de ativar o avião de reconhecimento, a catapulta lançará o avião na direção definida pelo jogador. Quando o indicador passar de vermelho para azul poderá lançar o avião! Ao pressionar no botão de controle do avião passará para o cockpit do mesmo e o navio continuará no seu curso com velocidade definida. Quando o ambiente envolvente ao navio necessitar do jogador poderá pressionar novamente no botão, e o avião continua em modo automático. Na eventualidade do avião ser perdido, poderá lançar outro novamente se e só se o tempo de espera passar, o navio possuir um avião extra e se catapulta estiver livre e funcional.

A lista de aeronaves de reconhecimento e navios será publicada na próxima atualização na lista de alterações. Nós acreditamos que os hidroaviões de reconhecimento tornarão as batalhas mais interessantes!

Ler mais:
Kondor II: Abatedor
  • 29 maio 2024
Su-27SM
Pre-order: Leopard 2A4M CAN
  • 28 maio 2024
Opção de Equipes Menores nas Batalhas Realistas Aéreas
  • 27 maio 2024