12 maio 2019

Leclerc S1

O Leclerc S1 é o primeiro modelo de produção do carro de combate desenvolvido nos anos 80 como substituto do AMX-30. Em breve os tanqueiros franceses poderão finalmente por sua mãos num dos carros mais pedidos pela comunidade.

Resumo: Um carro de combate francês desenvolvido nos anos 80 e cujas versões modernizadas formam ainda hoje o núcleo da cavalaria francesa!

História

O desenvolvimento do Leclerc começa em 1964 quando os militares franceses iniciaram um estudo acerca da possibilidade de substituir o AMX-30, a introduzir na altura. No inicio dos anos 70, a inferioridade do AMX-30 comparado com outros tanques modernos soviéticos da série T tinha ficado óbvia. Como resultado, os trabalhos no desenvolvimento de um substituto começaram oficialmente, com as especificações redigidas em 1977.

Em 1980, França e Alemanha começaram um projeto conjunto para um novo carro de combate. No entanto, à semelhança do Europanzer, este esforço terminou em desentendimentos, resultando na França a prosseguir sozinha.

A intenção era que o novo carro de combate oferecesse desempenho topo de gama e estivesse equipado com o equipamento mais recente No entanto, o preço por unidade subiu substancialmente, pelo que a França procurou parceria para reduzir estes custos. Eventualmente uma parceria foi estabelecida com os EAU, que acabaram sendo o segundo e único operador do novo carro de combate para além da França.

O carro de combate acabou recebendo o nome Leclerc em 1986, com seus protótipos produzidos inicialmente. A produção decorreu de 1990 a 2007. Durante a produção, o Leclerc teve várias versões e séries, cada uma introduzindo vários melhoramentos e alterações ao desenho.

O Leclerc serviu em várias missões de manutenção de paz das Nações Unidas, principalmente no Kosovo e Líbano, reportando um desempenho favorável. Mais recentemente, os EAU empregaram vários Leclerc no Iémen, e algumas unidades foram até mesmo danificadas. No final da produção em 2007, um total de 860 Leclerc foram produzidos para ambos os países promotores.

Leclerc S1. Carro de Combate, França, Nível VII. 

prós:

  • Carregamento automático
  • Proteção avançada
  • Dinâmica perfeita

contras:

  • Três tripulantes
image
image

No War Thunder, o carro de combate Leclerc vai estar no topo de árvore francesa na forma da versão de produção inicial. Os tanqueiros e fãs das forças terrestres francesas poderão finalmente comandar um dos mais pedidos carros de combate dos tempos modernos!

Apesar de ser um carro de combate ocidental, o Leclerc possui vários aspetos únicos que o diferenciam dos vários carros de combate da OTAN. Para iniciantes, o seu canhão de 120 mm não é o conhecido Rheinmetall L/44, mas o GIAT L/52 de fabrico próprio. Esta arma é mais longa e não dispara apenas projéteis de velocidade elevada, mas também possui um carregador automático, conseguindo uma fantástica cadência de tiro de 12 munições por minuto!

Download Wallpaper:

Facto: O Leclerc recebeu o ceu nome em honra ao General Philippe Leclerc de Hauteclocque.

O mecanismo de carregamento substitui um tripulante. Ao mesmo tempo, os projetistas conseguiram manter a massa total do veículo nas 54.6 toneladas, relativamente baixa para as 60 toneladas dos restantes primos da OTAN. Por outro lado, esta redução não teve impacto negativo na blindagem, muito pelo contrário, o blindado usa uma solução compósita especial com um total de 700 mm de proteção contra munições cinéticas e até 1200 mm contra munições químicas nos pontos mais fortes.

Naturalmente, o Leclerc S1 não vai ser uma tartaruga. Equipado com um motor de 1500 cavalos, o blindado consegue uma velocidade máxima de 71 km/h em estrada e 38 km/h em marcha a ré/trás. 

Em termos gerais, o Leclerc S1 oferece aos seus comandantes uma combinação excelente de poder de fogo e mobiliade que muitos tanqueiros esperam de carros de combate modernos. Mais, a proteção do Leclerc permite enfrentar quaisquer adversários cara a cara, mesmo com menos um tripulante que outros carros de combate.

O altamente antecipado Leclerc S1 vai chegar ao War Thunder já na próxima atualização. Entretanto, certifique-se que sabe tudo acerca da nova atualização seguindo os devblogs. Encontramos-nos em batalha! 


A Equipe War Thunder

Devblogs anteiores:

Arquivos de cookies

Esta página utiliza cookies. Ao continuar a aceder esta página, você concorda com a utilização de cookies.