War Thunder background
Tokushu Heiki: LOSAT

Ouviu falar de um ATGM sem ogiva de ponta oca? Bom, o norte americano LOSAT tem isso mesmo, mísseis guiados com penetrante cinético sólido!

LOSAT, Veículo de ATGM, EUA, Nível VII, Veículo de Evento.

Ativos:

  • ATGM com penetrante cinético.
  • Torre apenas com rotação.
  • Excelente mobilidade.
  • Ineficaz a curta distância.
História

O desenvolvimento de mísseis guiados anticarro com ogiva cinética começou nos EUA no final dos anos 80. Baseados nos mísseis ar-ar HVM, a intenção era criar um míssil anticarro que pudesse atingir o alvo a velocidades hipersónicas com um núcleo penetrante. Uma das variantes propostas do sistema usava o chassi do tanque leve CCVL com 12 tubos lançadores. Depois do colapso da URSS, os trabalhos no conceito quase pararam até ao final dos anos 90 quando o projeto de demonstração LOSAT (Line-of-Sight Anti-Tank) atraiu novamente a atenção dos militares norte americanos. O programa recebeu financiamento para refinação e testes, e em 2002 o sistema LOSAT até recebeu um nome operacional, MGM-166A. No entanto, após uma série de testes o programa foi terminado e o veículo nunca chegou a unidades operacionais.

image
image

O tanque prémio principal do evento de craft Tokushu Heiki é o sistema anticarro LOSAT, com um lançador de 12 ATGM com núcleos penetrantes cinéticos sobre um chassi altamente móvel - certamente que nunca viu algo assim!

O coração do projeto LOSAT é os mísseis únicos. Em vez das ogivas padrão de ponta oca, os mísseis LOSAT usam um núcleo reforçado que é acelerado a velocidades hipersónicas. O princípio desta munição é muito similar às munições APFSDS, com a diferença que os mísseis têm uma massa substancialmente maior.

Em combate estes mísseis são guiados convenientemente por um feixe LASER, mas o lançamento tem as suas particularidades. Primeiro, os 12 mísseis estão prontos a disparar no lançador, mas o lançador apenas pode rodar. Assim que forem disparados, nos primeiros segundos os mísseis tendem a cair até que a sua propulsão consiga nivelar o voo. Em combate, isto significa que é quase impossível ao operador atingir veículos a curtas distâncias ou até mesmo orienta-lo em redor de obstáculos. Devido à sua ogiva cinética o míssil alcança a sua penetração ótima depois da propulsão entrar devidamente em ação, por isso se o míssil atingir o alvo a curta distância acaba por ter menos potencial de penetração.

A plataforma em si é já familair a muitos tanqueiros do War Thunder. O CCVL é uma plataforma com uma velocidade máxima de 70 km/h e uma excelente manobrabilidade capaz de fazer ajustes rapidamente à sua posição. O compromisso é sem qualquer surpresa, a blindagem, composta por ligas leves resistentes apenas a balas.

O LOSAT apenas vai estar disponível no evento de craft Tokushu Heiki, que começa dia 26 de Setembro. Não perca os detalhes do evento Segunda-feira!

Ler mais:
Pré-reserva: F-20A Tigershark
Pré-reserva: Type 90B “Fuji” e Merkava Mk.3 Raam Segol
Testes dos mísseis ar-ar com Seeker ARH (FOX-3)
A Linha de Aeronaves da Hungria chega à Árvore Italiana!
  • 29 fevereiro 2024