War Thunder background
Su-17M2

Hoje apresentamos um novo tipo de avião no War Thunder - um avião com asa variável! O caça-bombardeiro soviético Su-17M2 vai chegar ao topo da árvore soviética na próxima atualização Ixwa Strike.

Su-17M2, Caça de ataque, URSS, Nível VI

Prós

  • Asa variável
  • Grande variedade de armamento suspenso
  • Poderosos mísseis ar-terra

Contras

  • Sem flares
História

Durante o desenvolvimento do Su-7B e a tendência da aviação estava no aumento da massa nos caças-bombardeiro, o que aumentou o problema das curtas pistas de decolagem. No entanto, uma massiva bomba supersónica estava prestes a ser revelada! O instituto de pesquisa estudou um esquema de asa variável, que deveria facilitar a decolagem e aterrissagem de aeronaves relativamente pesadas a velocidades subsónicas. Os estudos mostraram que ao usar esquemas de asa em flecha, o efeito desejado não era conseguido, e mesmo invertidas o desempenho era menor. No entanto, se apenas uma parte da asa alterasse a geometria, a decolagem seria significativamente mais fácil, e as características de voo a velocidades baixas aumentavam significativamente.

Foi assim que surgiu o projeto protótipo do S-22I: um caça-bombardeiro baseado no Su-7BM. Após os testes bem sucedidos, o caça-bombardeiro foi designado Su-17 e foi adotado para produção. No começo dos anos 70 surgiu a variante Su-17M e um pouco mais tarde a Su-17M2, incorporando os desenvolvimentos da altura incluindo novos sistemas de navegação e um sistema de mira com telémetro LASER e uma capacidade de 4000 kg de carga. A produção em série do Su-17M2 começou em 1974 com um total de 152 unidades produzidas.

image
image

Esta solução técnica de asa variável foi implementada em um avião de massa total bastante elevada, melhorando seu desempenho tanto a velocidades subsónicas como supersónicas. O primeiro avião do tipo no jogo é o caça-bombardeiro soviético Su-17M2, sucessor do Su-7BKL. A massa de decolagem máxima deste avião excede as 18 toneladas, pelo que o desenho de asa variável é praticamente a única solução que permite a decolagem. Apenas a ponta das asas se movem, a raiz permanece estática. Por isso, o aumento da área da asa e os flaps adicionais facilitam a decolagem e aterrissagem, permitindo melhor controle a velocidades reduzidas. Após alcançar velocidades aceitáveis, as asas recolhem para a forma em flecha, permitindo alcançar velocidades mais elevadas.

Ao mesmo tempo, o Su-17M2 vai ser o avião de topo da árvore soviética e representa mais um desenvolvimento na linha dos Sukhoi. Apesar da massa total muito elevada, a asa variável torna-o relativamente manobrável a velocidades reduzidas e rápido o suficiente para um caça-bombardeiro, chegando quase a Mach 2. Quando comparado com o Su-7BKL, a capacidade defensiva aumentou devido ao sistema de aviso de RADAR. Por outro lado, o armamento ofensivo permanece - um par de autocanhões de 30 mm.

A capacidade de carga do Su-17M2 ascende aos 4000 kg, e entre outras coisas, pode carregar casulos de autocanhões, bombas de 100 a 500 kg, foguetes S-5, S-8, S-3 ou S-24, assim como mísseis guiados ar-ar R-60 assim como Kh-23M, Kh-25 e ar-terra Kh-29L. Os dois últimos mísseis mencionados merecem mais detalhe. Estes dois mísseis foram desenvolvidos com base nos Kh-23M, presentes nos Yak-38 e já familiares aos jogadores, mas o dispositivo que guia o míssil passa de RADAR a LASER. O Kh-25 possui uma carga explosiva de fragmentação com 136 kg, enquanto o Kh-29L possui uma carga explosiva penetrante com 317 kg. O alcance destes mísseis é superior ao dos Kh-23M, mas quando o míssil é guiado ao alvo, o adversário com sistema de aviso de LASER pode alertar o comandante para sua presença.

O Su-17M2 vai abrir uma nova página na aviação de combate do War Thunder com a próxima atualização Ixwa Strike!


A Equipe War Thunder

 

Ler mais:
Teste da nova mecânica de Dano Severo
Roadmap do War Thunder da Primavera até Verão 2024
  • 30 janeiro 2024
Chamamento do Dragão: Object 292
Apresentando o Novo Ciclo de Eventos do War Thunder
  • 23 janeiro 2024