A-4E Skyhawk

Um novo veículo de esquadrão está a chegar ao War Thunder. Desta vez é um dos melhores aviões de ataque do jogo, o norte americano A-4E Skyhawk com um novo motor e mais capacidade de armamento.

História

O começo da era dos jatos e a escalada da Guerra Fria forçaram o comando da aviação naval dos EUA a procurar um substituto dos já extremamente bem sucedidos aviões a pistão AD Skyraider, com a possibilidade de empregar armamento nuclear na área de operação do porta-aviões. Com o começo da campanha na Coreia, a Douglas Aircraft Company começou o desenvolvimento de um avião de ataque para porta aviões com a possibilidade de usar abordagens pouco convencionais - em vez do foco na potência do motor que levava a aumentos na massa total e grandes dimensões, a equipe de Ed Heinemann concentrou-se em formas de minimizar a massa total da aeronave abaixo das 12 000 lbs.

O avião projetado era relativamente compacto, leve e com asa delta. Foi desta forma que o A-4A Skyhawk nasceu, um dos primeiros jatos de porta aviões capaz de carregar armamento nuclear. O avião distinguia-se pelo seu desenho simples, controles práticos e excelentes características de voo. Pouco tempo depois em 1956, surgiu a versão A-4B, capaz de carregar uma vasta gama de armamento suspenso em três pontos, incluindo mísseis guiados.

O Skyhawk tinha-se tornado um verdadeiro avião de porta-aviões universal, capaz de desempenhar uma vasta gama de tarefas na US Naval Aviation. Uma das principais desvantagens estava no limitado raio operacional. Em 1961, Douglas apresentou uma versão melhorada do avião com cinco pylons e um novo motor, compensando o aumento da massa total e o alcance do avião. Foi a versão A-4E que se tornou uma das maiores versões do Skyhawk, criando a imagem do avião de ataque de posta-aviões moderno. A versão E foi usada extensivamente no Vietnam, e mais tarde nos anos 80 foi usado como alvo para missões de treinamento.

image
image

Os pilotos do War Thunder conhecem bem o norte americano A-4B, um dos melhores aviões de ataque no jogo. Boa velocidade e controles acessíveis, assim como uma luxuosa gama de armamento guiado e não guiado, tornam este avião uma excelente escolha para abater alvos terrestres. Nós vamos introduzir uma nova versão deste avião de ataque para os jogadores de esquadrões. O A-4E Skyhawk com novo motor e 5 pylons é uma excelente adição ao topo da aviação norte americana.

A seleção de armamento do A-4E é quase a mesma do A-4B, mas agora pode ter mais prendas explosivas para lidar com os inimigos. Para além dos dois canhões Colt de 20 mm, tem à sua disposição uma longa lista de armamento e respetivas combinações. Mísseis ar-ar AIM-9B, ar-terra AGM-12B e AGM-12C, casulos de foguetes com 36 Zuni e 171 Mighty Mouse, bombas de até 2000 lbs (incluindo combinações de 14x500 lbs e 20x250 lbs), chegando aos 7000 lbs de armamento!

image
image

Em 5 de Dezembro, o incidente Broken Arrow ocorreu no Mar das Filipinas perto da ilha japonesa de Kikaijima. A bordo do USS Ticonderoga estava um A-4E com seu piloto e uma bomba nuclear de 1 Mt, que caíram e afundaram no mar. O avião, piloto e bomba nunca foram encontrados.

O novo motor J52-P-6 é mais poderoso e económico que o anterior, mas em termos gerais retém as características de voo do A-4B: a velocidade máxima do A-4E ronda os 1080 km/h. Após o A-4E lançar sua carga, torna-se relativamente mais rápido e manobrável, e com a ajuda dos flares, pode escapar facilmente a mísseis antiaéreos e ar-ar. Em termos gerais, o A-4E é um avião de ataque harmonioso e confortável, capaz de descarregar uma carga significativa de armamento no inimigo.

image

O A-4E Skyhawk vai estar disponível para pesquisa via Veículo de Esquadrão em uma das próximas atualizações.

Ingresse em um esquadrão com seus amigos, ou faça novos amigos na comunidade do War Thunder!

Arquivos de cookies

Esta página utiliza cookies. Ao continuar a aceder esta página, você concorda com a utilização de cookies.