Questões respondidas pelos desenvolvedores

 

Caros jogadores,

Temos outra ronda de questões respondidas pelo produtor do War Thunder Vyacheslav Bulannikov!

Aviação

Q. Com a introdução de mísseis de médio alcance assim como aviões de topo bastante rápidos, os mapas de batalhas aéreas realísticas estão-se a tornar pequenos. Há planos para mitigar este problema?

  • Sim, nós já aumentámos a área de batalha nos níveis elevados e se necessário fá-lo-emos novamente.

Q. Tanto o Jaguar GR.1 como o Jaguar A foram capazes de montar flares. No jogo nenhuma das variantes os possuem, mas continuam no topo contra jatos que os possuem. Têm planos para os introduzir nestes aviões?

  • Os Jaguar A e Jaguar GR.1 que estão neste momento no jogo têm suportes incorretos para instalação dos flares Tracor AN / ALE-40, que foram instalados apenas em modificações posteriores. Isto será corrigido numa futura atualização. A versão francesa têm os próprios Matra-Philips ARAL 1A / 1B Phimat com diferente método de instalação. Isto também será modelado numa atualização futura. No que toca ao Jaguar GR.1 britânico, não confundir com a versão posterior 1A que não está no jogo, na realidade foi possível instalar casulos de contramedidas, mas a questão de os adicionar no jogo não foi ainda resolvida.

Q. É possível carregar o IL-28Sh com bombas e mísseis ao mesmo tempo ou usar outras variantes com carregamento misto? Alguma dessas combinações enquadram-se perfeitamente na gama de capacidade, menos de 3 toneladas. Exemplo: 1,5 toneladas de mísseis e 1,5 toneladas de bomba. O máximo não é excedido, os elementos de controle são diferentes, porque não fazer isso?

  • Nós estamos tentando adicionar um grande número de combinações de armamento suspenso onde foi tecnicamente possível. Nós vamos considerar esta opção e não excluímos adiciona-la numa das próximas atualizações. Siga as notícias e deixe sua sugestão nos fóruns na respetiva área.

Forças terrestres

Q. Há alguma razão para não haver modo de apenas tanques?

  • Uma das principais funcionalidades do War Thunder é a possibilidade de combinar em uma batalha vários tipos de veículos e entendemos este modo mais interessante que apenas batalhas terrestres. Para além disso, o jogo tem muitos modos e adicionar outro tipo de batalha terrestres de forma permanente não faz sentido do nosso ponto de vista.

Q. Por vezes jogadores entram em batalha sem qualquer dispositivo de visão noturna desbloqueado. Estes jogadores não conseguem competir com jogadores que já possuem estes dispositivos. Há planos para limitar batalhas noturnas para os jogadores com veículos que não possuem estes dispositivos desbloqueados?

  • Não há planos mas reconfigurámos as condições meteorológicas para que as batalhas noturnas tenham tempo limpo e a luz da lua. Para além diso, não excluímos no futuro implementação de munições luminosas e minas.

Q. Os MBT suecos de topo em geral têm um custo de reparação elevado, significativamente mais elevado que qualquer outra nação. Isto afasta os jogadores de pesquisar e jogar com estes veículos, mesmo com mais de 4 abates por jogo, uma morte pesa mais que as recompensas. Têm planos para rever estes custos e melhorar o equilíbrio para que não tenham custos de reparação a não exceder os 25000 Silver Lions?

  • Não há restrições artificiais nos custos de reparação - depende da eficácia do veículo. Os custos de reparação serão constantemente atualizados com base em dados estatísticos e planeamos fazer algumas alterações ao algoritmo que resultarão na redução dos preços de alguns veículos, por exemplo o STRV 122.

Q. Nas batalhas de topo é comum ver várias variantes de alguns mapas. É possível distinguir e separar estes mapas para que batalhas de nível baixo possam ter variantes mais pequenas enquanto batalhas com veículos modernos topo com mapas maiores? Batalhas de topo são adequadas para estes mapas.

  • As estatísticas dos bans e dislike mostram que esse não é o caso. No topo os jogadores gostam de ambos, mapas grandes e também mapas compactos ainda mais.

Q. No passado MBT de topo eram equilibrados em redor dos pontos fracos. Com a introdução dos projécteis volumétricos, disparar sobre pontos fracos tornou-se mais inconsistente. Isto beneficia certos veículos mais que outros. Há algoritmos adicionais para cálculos volumétricos planeados para tornar o sistema mais previsível?

  • Tanto quanto sabemos, no topo as principais munições são as APFSDS, e tais munições são muito mais pequenas que o próprio canhão, rondando os 20-40 mm. Neste caso a implementação da dimensão das munições para cálculo da penetração teve um efeito na redução do número de zonas vulneráveis inferior a outros níveis. Para além disso, na atualização recente corrigimos vários problemas com a penetração a ângulos elevados, o que foi importante para munições cinéticas de topo. Também temos planos e estamos a trabalhar na melhoria destas mecânicas.

Outros

Q. As minas são uma adição interessante, mas não duram muito tempo e este limita o seu uso tático. Têm planos para rever os tempos de ação das minas no futuro? 

  • Sim temos planos para isso.

Q. Podem dar-nos alguma atualização ao estado do desenvolvimento do jogo para Mac e Linux? Recentemente tem havido mais erros e menos correções nestas plataformas. Podem dizer-nos algo acerca da Vulkan e se o apoio será feito para o War Thunder?

  • Isso não é verdade. O número de erros nestas plataformas não aumentou, nós fazemos correções rapidamente. Metal também ficou disponível recentemente para Mac, o que teve feedback positivo. Sim há bugs, mas estamos corrigindo-os e neste caso é possível usar Open GL em paralelo. A plataforma Linux é complexa em si devido às diferentes distruibuições, builds e drivers, mas também estamos a fazer o nosso melhor neste campo.

A Equipe War Thunder

Arquivos de cookies

Esta página utiliza cookies. Ao continuar a aceder esta página, você concorda com a utilização de cookies.