War Thunder background
Nível V da Armada do War Thunder: USS Pensacola

Temos grandes notícias para os fãs das batalhas navais: o primeiro navio do nível V vai ser adicionado ao jogo na próxima atualização!

Os novos navios de topo são os cruzadores pesados, e maiores navios serão adicionados no futuro.

Navios vão ser adicionados ao nível V de forma gradual, e para atualização 1.93 vamos apresentar o primeiro navio de topo. Hoje vamos falar do USS Pensacola, um cruzador pesado e um verdadeiro titã das batalhas navais do War Thunder!

USS Pensacola, cruzador pesado, EUA, Nível V.

Prós

  • Devastadoras armas de 203 mm
  • Baterias antiaéreas de longo alcance

Contras

  • Fraca proteção para sua classe
image
image
História

O Pensacola é o primeiro navio norte americano de uma série chamada Washington Сruisers que foi desenhada com base em requerimentos e restrições provenientes da Conferência Naval de Washington. O navio começou a ser desenhado em 1919 quando os potenciais rivais dos EUA eram o Japão e a Grã-Bretanha. O navio tinha de ser capaz de lidar com os cruzadores pesados britânicos da Classse Hawkings e uma potencial guerra no Pacífico com o Japão significava que o navio teria de percorrer distâncias significativas. Um esboço do novo cruzador ficou pronto em 1923, mas não foi aceite até 1925. O principal armamento do cruzador de 10 000 toneladas eram dez canhões de 203 mm e era capaz de alcançar os 31 nós. A blindagem era esperada que conseguisse aguentar tiros de munições de até 130 mm a médias distâncias. O rápido e pesado cruzador Washington acabaria por não aguentar tiros de outros cruzadores pesados com armas de 203 mm, mas podia combater os mais leves com armas de 152 mm a distâncias onde estes não eram capazes de combater eficazmente. Os primeiros dois navios deste tipo, os Pensacola e Salt Lake City, foram encomendados em 1925.

Antes da segunda grande guerra, o Pensacola serviu na costa lestes dos EUA antes de ser transferido para o Pacífico como parte de uma divisão em 1935. O Pensacola saiu para Manila não muito antes da tragédia de Pearl Harbour, e as notícias acerca do estalar da guerra chegou à tripulação quando rumavam ao seu destino. O cruzador fez entrou em batalha pela primeira vez em Fevereiro de 1942 quando combateu um raide aéreo japonês perto das Ilhas Salomão. O Pensacola participou pouco depois na Batalha de Midway, e depois providenciou cobertura para pára-quedistas em Guadalcanal. AS operações de combate contra a armada e força aérea japonesas continuaram ao longo do verão e outono de 1942. Durante uma escaramuça com os japoneses em 30 de Novembro, o Pensacola foi atingido por um torpedo, o que levou a um incêndio e uma explosão. 125 marinheiros foram mortos. As reparações decorreram durante quase um ano, mas o Pensacola voltou ao serviço imediatamente. O cruzador combateu em muitas operações navais norte americanas no Pacífico, incluindo os ataques a Iwo Jima e Okinawa. No final do verão de 1945, o Pensacola voltou à Florida para reparações. O cruzador estava do porto de Adak quando a guerra terminou. Após a guerra, o efeito de explosões nucleares foi testado no Pensacola nos testes do Atol de Bikini. O descomissionado cruzador pesado foi destruído em exercícios de artilharia perto do estado de Washington.

No War Thunder, o Pensacola será um dos primeiros navios do nível V e vai ocupar o novo nível de topo da árvore norte americana. O Pensacola está entre os níveis IV e V ao nível de características, mas também abre caminho para maiores navios para o nível V. O navio é essencialmente um cruzador ligeiro em esteróides, um elo de ligação entre classes que combinam a blindagem e mobilidade dos cruzadores leves com o armamento dos cruzadores pesados. O armamento principal do navio consistem em dez armas de 203 mm em quatro torres localizadas nas proa e popa. A artilharia suplementar consistem em oito canhões de 127 mm em montagens abertas em ambos os bordos. As baterias antiaéreas consistem em duas armas de 28 mm Chicago pianos e quatro metralhadoras de calibre .50.

Download Wallpaper:

A cintura principal de blindagem do Pensacola é composta por aço de 76 mm de espessura, alcançando os 82.6 mm na região das munições da proa. As torres principais do navio estão protegidas com 63.5 mm de blindagem na frente e 38 no topo. Por outras palavras, tal como pode ver, a blindagem do Pensacola foi herdada dos navios que o precederam. Graças à reduzida massa da blindagem, a velocidade ainda é decente, podendo alcançar os 32.5 nós, o que é normal para a classe.

Em suma, os prós e contras do navio são óbvios, blindagem moderada, poderosas baterias antiaéreas, excelente velocidade e soberbo armamento principal. Você vai querer manter estas características em mente quando o acompanhar. Alguns contratorpedeiros e quase todos os cruzadores leves poderão penetrar o Pensacola de alguma forma. Use a velocidade para se aproximar e dar o maior dano possível com as armas principais.

Os ataques aéreos podem ser um problema, pois as armas do Pensacola não são muito poderosas, e as de 127 mm podem não ser capazes de acompanhar os rápidos aviões com a inteligência artificial, pelo que deverão ser usadas manualmente. Estes mesmos canhões de 127 mm têm munições com fusível de RADIO, que pode ajudar a lidar com os aviões. Em suma, o Pensacola é um grande navio para combate ativo e fazer estragos com poucos tiros. Os comandantes poderão esperar o Pensacola já na atualização 1.93 Shark Attack. Nós não conseguimos esperar por você por suas mãos neste navio!


Devblogs da atualização 1.93:

 

Ler mais:
Wessex HU.5: O Helicóptero da Rainha
  • 26 fevereiro 2024
Espada da Justiça: Jaguar IS
Pré-reserva: Centauro RGO e Strv 121B Christian II
Teste da nova mecânica de Dano Severo