War Thunder background
Questões respondidas dos desenvolvedores

 

Caros jogadores,

Nós temos outra ronda de questões e respostas do nosso produtor Vyacheslav Bulannikov!

Veículos terrestres

Q. Em relação às munições norte americanas, pode dizer-nos algo relativo a problemas? Por exemplo o desempenho da munição T33 e velocidade à saída do cano? Também consideram adicionar a muniçã T50E1 aos T32 / T32E1 como foi sugerida há algum tempo.

A. Nós estamos analisando essas questões mas com o pormenor que não queremos planear a implementaçlão de parâmetros de durabilidade da munição, pelo menos para munições compósitas. E acerca dos bug reports podemos dizer o seguinte:

  • Implementação da T50E1 - mesmo embora as balísticas sejam geralmente similares às da T41, esta munição em particular usa outra liga com maior durabilidade. Tal como mencionámos acima, não queremos implementar parâmetros relacionados com a durabilidade.
  • T33 — as correções a esta munição estão planeadas e serão feitas. Nós iremos rever a sua velocidade inicial assim como os parâmetros dos efeitos de angulamento para munições AP.

Q. Teremos o efeito anti estilhaços interno para os carros de combate que os tiveram na vida real?

A. Sim funciona, neste momento todos os veículos do jogo usam alguma forma de minimização de estilhaços ou serão adicionados assim que tivermos mais dados disponíveis. O spall liner no jogo pára os estilhaços mais pequenos do núcleo de fragmentação, pelo que o efeito é minimizado. Os tanques soviéticos pós-guerra têm radiation liner que funciona de forma similar, mas apenas relativamente aos estilhaços mais pequenos.


Q. Planeiam colocar o carregador automático como módulo danificável? É relativamente grande e frágil. Vamos fazer com que os danos reduzam o tempo de carregamento.

A. Não está planeado para já mas não excluímos a possibilidade via analogia aos elevadores dos navios, apenas necessitamos de algum tempo.


Q. Devemos esperar alterações ao modo de visão dos veículos terrestres? Especialmente tendo em consideração a implementação de novo veículos modernos?

A. Não está nada planeado neste momento.

Q. Um dos maiores podeidos para os veículos terrestres já há algum tempo é a implementação de regenerative steering. Isto afeta muitos tanques, e muitos tanques do pós guerra sofrem perdas de velocidade ao virar. Pode dizer-nos o que têm nos planos para abordar isto ou necessita de mais informação? 

A. Sim estamos a olhar sobre o assunto.


Q. Há planos para diferenças mais óbvias entre RB e SB? Agora a única grande diferença está na câmara. 

A. Se analisar de mais perto, verá que as diferenças entre os dois modos são mais significativas. A ausência de marcadores aliados altera a jogabilidade em SB. Para já não temos quaisquer planos apra alterar as mecânicas destes modos.


Q. Há várias atualizações atrás testaram melhoramentos drásticos às APCS e APDS no dev server, no entanto estas alterações não foram implementadas no servidor de cliante e não foram novamente testadas. Pode dizer-nos se reveram os planos de melhoramento dos efeitos pós-penetração destas munições?

A. Sim, temos planos para a implementação da fórmula aplicada às munições APCR/HVAP, mas as iterações iniciais tinham vários problemas. Após serem corrigidos e calculados os valores próximos das referências, esta mecânica será testada novamente. As munições APDS também estão planeadas e muito provavelmente serão revistas após as APCR/HVAP.

Aviação

Q. Há muitas questões acerca da implementação do gigante soviético K-7. Há planos para ele?

A. É um avião muito específico. O seu surgirmento na árvore não está plnaeada não apenas devido à sua duvidosa eficácia, mas também às mediúcres características de voo.


 

Q. Vocês vizeram mecânicas de RADAR muito legais, mas não há ninguém para abater nos níveis de topo. Não há aviões entrando nas zonas de ataque das antiaéreas exceto 2C6. Talvez necessitem de reduzir os requerimentos para aviação nos níveis elevados?

A. Nós iremos analizar as estatísticas relativas ao uso de aviões nos níveis elevados e tomar nossa decisão. Para além disso estamos refazendo e melhorando os sistemas de aviso dos RADAR para os tornar mais convenientes.


Q. A aviação a jato está a ser desenvolvida, no entanto um problema que nos debatemos constantemente é a carência de combustível em certas situações. Há planos para adicionar tanques de combustível externos para os aviões que os tinham? 

A. Não há planos para já mas não excluímos a implementação de tal sistema.

Helicópteros


Q. Os sistemas de guerra de RADIO para aviões e helicópteros estão em desenvolvimento? O quão perto estão de ser adicionados ao jogo?

A. Neste momento estamos refinando os sistemas de RADAR para os tornar mais convenientes e informativos. Em particular, os deiferentes sistemas de aviso e homing loc, maior precisão da fonte de radiação, etc. No futuro poderemos considerar guerra de RADIO, ou até mesmo mísseis anti-RADAR.


Q. Os aviões têm novas partes de construção que podem ser arrancadas. Como fuinciona tal coisa nos helicópteros? Com certeza que têm menos partes de construção mas também é possível expandir os danos: vibrações, passo das hélices funcionando incorretamente, danos no sistema de controle do ATGM, etc.?

A. Neste momento os helicópteros têm um sistema de danos similar aos aviões mas tomando em consideração o desenho de vários elementos como transmissão e hélices. Para já estamos satisfeitos com o corrente detalhe do modelo de dano. Em termos gerais a lógica de implementação de qualquer sistema no modelo de dano é simples: deve dar uma nova jogabilidade - seja para o próprio jogador seja para quem está tentando abate-lo.


Q. Há planos para dicionar o parâmetro de alcance máximo do ATGM?

A. Sim, esta informação será adicionada. Para além disso, temos algumas ideias para refinar as informações relativas aso helicópteros, como informação relativa ao alcance permitido.


Q. The Americans and British also had the H-34 (Westland Wessex to the British) which were both capable of a range of armament presents. Is it possible we will see these variants in their respective trees as well as the current French H-34?

A. There is a chance.


Q. Há chance de adicionar helicópteros batedores com mecânicas de identificação como os tanques leves? Alguns como os Gazelle podiam ser considerados para isto. 

A. Nós temos algumas dúvidas em relação a isso. Ao contrário dos tanques leves os helicópteros podem analizar a área de um ponto que tal batedor seria demasiado fácil de abater. A presença de sistemas antiaéreos de mísseis complica a situação, mas pode permanecer fora do alcance dos sistemas antiaéreos e observar o mapa inteiro. É por esta razão que tal mecânica similar aos tanques leves não está certa.

Armada

Q. Já foi há algum tempo que o VS-8 aparecer no teste das minas, pode contar-nos notícias acerca das minas e deste navio em particular?

A. A última atualização ao nível da armada foi muito grande e simplesmente não tivémos tempo para implementar minas em diferentes plataformas, mas planeamos introduzir este tipo de sistema de armas.


Q. Há notícias relativamente ao progresso dos submarinos? Estão sendo testados internamente ou foram excluídos para já? Embora sejam lentos, há navios ainda mais lentos (Siebel Ferries, LCS, Classe Flower) e muitos navios com capacidades anti-submarino. 

A. Ainda não.


Q. Muitos dos navios mais recentes têm lindamente modelados aviões neles que não podemos controlar no jogo, há planos para introduzir estes aviões?

A. Há chance destes aviões terem valor de combate no jogo. Mas isso necessita que os modelos destes aviões sejam criados com nível de detalhe para serem jogados, pelo que necessitariamos de criar novos modelos do zero.


Q. Há planos para desenvolver a armada para outras nações para além do Japão?

A. Sim, temos alguns planos. E mais, já estamos a trabalhar nisso.

Outros

Q. O que nos pode dizer acerca do progresso do ambiente totalmente destrutível?

A. A destruição já está funcionando dentro de certos limites há bastante tempo. Casas maiores caem, levam dano de munições com poder suficiente, mas necessitamos de olhar para o desempenho no cliente de jogo assim como a jogabilidade que trás consigo, ao qual os edifícios dêm um papel importante - e a destruição total pode abalar este equilíbrio.


Q. Como os desenvolvedores encaram o recente lançamento do modo Guerra Mudial? Devemos esperar por alterações radicais nas mecânicas, por exemplo possibilidade da armada ou recopensas aos comandantes?

A. Na nossa opinião foi muito bom! A primeira época da Guerra Mudial teve vários milhares de esquadrões a participar e ajudou-nos a melhorar este modo de jogo. No futuro, não excluímos a aramada e motivação para os comandantes.


A Equipe War Thunder

 

Ler mais:
Assista ao Air Superiority 2024 e Receba Prêmios Exclusivos dos Twitch Drops!
  • 10 maio 2024
Thunder Show: CAT&MOUSE
  • 24 maio 2024
XM800T: Destemido
  • 24 maio 2024
Aniversário da Fundação do Corpo de Engenheiros Real: O Retorno do Centurion AVRE!
  • 24 maio 2024