4 dezembro 2018

M3 Bradley

O M3 Bradley é um dos vários membros da família Bradley que entrou em serviço no exército norte americano nos anos 80. Este famoso carro de combate vai estar disponível já na próxima atualização 1.85!

Resumo: Um carro de combate sobre esteiras extremamente móvel e armado com um autocanhão e um lançador de TOW.

 

História

O desenvolvimento do Braley começou no final dos anos 50 quando o exército norte americano procurava substituir os já velhos M113. No entanto, apesar do rápido começo do desenvolvimento, o sucessor do M113 não iria entrar em serviço nas próximas duas décadas.

A razão por trás disto foram as constantes alterações nas especificações, requerimentos e doutrinas em volta do qual o desenho iria ser feoto. Estas constantes alterações levaram também a vários problemas técnicos e políticos durante o seu desenvolvimento.

Eventualmente em 1979, o desenho final foi apresentado ao Exército e a produção foi aprovada em 1980. O Bradley, em hora do General Omar Bradley da segunda guerra, foi dividido em duas versões, ambas muito semelhantes e adequados para as suas funções.

Embora o M2 Bradley fosse um veículo de combate de infantaria, capaz de transportar unidades de infantaria para combate, o M3 Bradley CFV (Cavalry Fighting Vehicle) estava equipado para reconhecimento, trocando as capacidades de transporte de infantaria por um melhorado sistema de comunicações e capacidade de munição.

O Bradley entrou em serviço no exército norte americano em 1981 e foi usado durante a Guerra do Golfo e subsequentes conflitos. Apesar de vários e infrutíferos esforços para sua substituição por um novo desenho, o veículo permanece hoje em serviço nas forças armadas norte americanas. com cerca de 6500 unidades produzidas.

image
image

No War Thunder, o Bradley vai ser o primeiro veículo de combate de infantaria do topo da árvore norte americana. Extremamente móvel e bem armado, o Bradley é capaz de aterrorizar qualquer comandante que se atravesse à sua frente, mesmo com MBT!

Tal como a maioria dos blindados da sua classe, o M3 Bradley é relativamente leve e capaz de aguentar apenas fogo de metralhadoras e alguns canhões leves, muito graças há blindagem de alumínio laminado. Embora esta solução não ofereça uma boa proteção, ajuda a reduzir a massa total do veículo e acabando por ser benéfico para a mobilidade.

Download Wallpaper:

Falando de mobilidade, o M3 Bradley consegue alcançar os 66 km/h em estrada, muito graças ao motor de 600 cavalos a diesel. Embora não seja o veículos mais rápido da sua classe, é mais que suficiente para flanquear qualquer adversário, até mesmo em terreno muito acidentado.

Facto: O problemático desenvolvimento do Bradley foi objeto de um filme satírico “The Pentagon Wars”, baseado no livro com o mesmo nome, cujo autor participou no desenvolvimento do veículo.

Armado com uma arma de 25 mm, o M3 Bradley não é capaz de enfrentar MBT com blindagem compósita e reativa cara a cara, mas com a sua mobilidade consegue ultrapassa-los facilmente e penetrar a fina blindagem lateral e traseira com sua cadência de tiro de 200 munições por minuto.

Os futuros comandantes do Bradley irão inevitavelmente deparar-se com situações onde o inimigo não pode ser flanqueado ou está demasiado longe para usar a arma principal. Nestas circunstâncias o lançador de ATGM TOW é a melhor opção, permitindo enfrentar até os mais duros de todos os carros de combate de frente.

No entanto, também é importante mencionar que o lançador TOW do Bradley é incapaz de disparar em movimento. A tripulação, na realidade, retrai o lançador durante manobras de forma a evitar que caia do veículo a elevadas velocidades. Este procedimento também é simulado no jogo, com o lançador sendo retraído automaticamente dependendo se se está a mover a elevadas velocidades.

O esperado M3 Bradley vai finalmente chegar ao War Thunder na próxima atualização 1.85 e vai estar disponível para todos os jogadores no topo da árvore norte americana. Entretanto, continue de olhos postos nas notícias para saber em primeira mão o que está para vir!


More devblogs:

 

 

 

 

Arquivos de cookies

Esta página utiliza cookies. Ao continuar a aceder esta página, você concorda com a utilização de cookies.