10 outubro 2018

HMAS Nepal (G25)

Resumo: Um contratorpedeiro britãnico de Classe N operado pela Royal Australian Navy.

História

O HMAS Nepal foi lançado à água na Grã-Bretanha em Setembro de 1939, inicialmente com o nome Norseman. Sendo um dos últimos navios da classe de contratorpedeiros N, foi lançado em Dezembro de 1941, mas logo des seguida foi severamente danificado na doca seca durante um raide aéreo alemão.

Apesar dos severos danos, o navio foi reparado e apelidade de Nepal, em reconhecimento pela contribuição do Nepal para o esforço de guerra britânico. Após as reparações ficarem concluídas, o navio foi formalmente comissionado à Royal Australian Navy em maio de 1942, embora permanecesse propriedade da Royal Navy.

Em Julho de 1942, o HMAS Nepal foi atribuído à British Eastern Fleet e lego a seguir zarpou rumo ao Quénia. Em setembro, o HMAS Nepal esteve em volvido na Campanha do Madagáscar. Antes de ir para a Austrália para ser reequipado na primavera de 1943, o navio escoltou comboios e fez patrulhas anti-submarino.

Após o reequipamento que durou dois meses, o HMAS Nepal resumiu operações em Junho de 1943 participando em operações importantes em 1944 como escolta de porta-aviões. O navio foi novamente reequipado em Agosto de 1944, antes de embarcar em algumas das suas últimas operações.

O HMAS Nepal permaneceu ativo no Teatro do Pacífico até ao final da guerra, até ser descomissionado da RNA em outubro de 1945. O navio foi comissionado mais uma vez na Royal Navy logo a seguir, voltando para a Grã-Bretanha.

No pós-guerra, o HMS Nepal foi reparado e modificado, servindo como draga-minas e navio de treinamento. No inicio dos anos 50, o HMS Nepal fez parte da reserva e esperava por alguns melhoramentos propostos. No entanto, esses mesmos melhoramentos foram eventualmente cancelados e a decisão de abater o navio foi tomada. Janeiro de 1956 marcou o final dos 14 anos de serviço do HMS Nepal com a sua venda para a British Iron & Steel Corporation.

image
image

No War Thunder, o HMAS Nepal vai estar disponível nos testes fechados da Royal Navy como contratorpedeiro de nível III. Comparado com a classe Tribal, os contratorpedeiros de Classe N são consideravelmente mais pequenos leves e rápidos que o Tribal.

Embora seja muito similar ao Tribal o HMAS Nepal é ligeiramente mais pequeno e com menor deslocamento. Esta alteração é consequência do layout de duas caldeiras, ao contrário das 3 do Tribal. Esta alteração permite que seja instalado apenas uma chaminé, resultando em menos obstruções no convés para armamento antiaéreo, resultando por sua vez em melhor cobertura.

No entanto, enquanto esta alteração traz alguns benefícios sobre a mobilidade e eficácia do fogo antiaéreo, retira alguma capacidade de sobrevivência. Um layout com a maquinaria das caldeiras mais compacta significa que um simples tiro pode incapacitar todo o sistema de propulsão. Mais, a tripulação do Nepal também é menor em comparação com o Tribal, o que significa que não é possível cobrir muitas perdas quando comparado com o Tribal.

Facto interessante: Durante o raide aéreo alemão que danificou o HMAS Nepal (então conhecido como HMS Norseman), o navio foi quase partido em dois devido a uma bomba.

No que toca ao poder de fogo, o do HMAS Nepal é comparável ao Tribal, mas não tem hipóteses contra ele. O armamento principal de ambos os navios permanece idêntico - seis canhões de 4.7 polegadas (120 mm) espalhados por três torres duplas assistidos por um canhão multifunções de 4 polegadas (102 mm). O armamento antiaéreo, por outro lado, difere do Tribal, consistindo num canhão quadruplo de 40 mm e seis autocanhões de 20 mm Oerlikon cannons. Outra diferença reside na presença de um lançador de cinco tubos de torpedos de 533 mm em vez de um de quatro tubos.

Em termos gerais, o HMAS Nepal será visto como uma alternativa viável ao Tribal, especialmente se os capitães preferirem navios com melhor manobrabilidade e sem sacrificar poder de fogo. Ao mesmo tempo, o HMAS Nepal traz um conjunto único de vantagens e desvantagens que necessitam de ser dominadas de forma a tirar o máximo partido dele.

Torne-se tester e terá a certeza que o HMAS Nepal lhe trará a vitória no War Thunder!


A Equipe War Thunder

 

Comentários (0)

A notícia já não está disponível para comentar

Arquivos de cookies

Esta página utiliza cookies. Ao continuar a aceder esta página, você concorda com a utilização de cookies.