War Thunder background
Força Aérea das Filipinas
Atenção! Esta notícia foi publicada na versão antiga da página. Pode haver problemas com a mostragem da mesma em certas versões do navegador.


P-26 da Força Aérea Filipina,
camuflagem feita por BaronDonGiggles | download


A história das Forças Aéreas Filipinas se inicia em março de 1937. Foi quando a Guarda Nacional Filipina foi criada pelo Militia Act 2715.

P-51 Mustang da Força Aérea Filipina, circa 1950.

Além das tropas terrestres, a nova formação teria uma divisão aérea, consistindo de 15 oficiais e 135 soldados. A recém formada unidade estava atrasada para se participar da primeira guerra mundial, mas o final desta significava a possível aquisição de um superávit de aeronaves. Mas ainda não haviam pilotos treinados para voá-las. O governo filipino contratou a ajuda da Escola de Aviação Curtiss para treinar o primeiro lote de pilotos. A base de treinamento foi em Camp Claudio, e em 1920 o primeiro piloto filipino - Ten. Leoncio Malinao - decolou sozinho pela primeira vez na história militar das Filipinas. O treinamento dos primeiros cadetes terminou em dezembro de 1920 - 25 dos 33 participantes do curso receberam suas asas e se tornaram os primeiros pilotos filipinos oficialmente treinados. O grande problema agora era da falta de equipamento próprio, especialmente aeronaves.

A situação mudou em 1935, quando o Philippine Constabulary Air Corps foi estabelecido. Um ano depois, foi renomeado para Philippine Army Air Corps (PAAC). Três aviões de treino Sterman 73L-3 formaram o início da nova força. Quando os japoneses invadiram em 1941, a nova força cresceu para 54 aeronaves, incluindo caças (principalmente Boeing P-26A “Peashooters”), como também bombardeiros leves e aeronaves de treinamento. O ataque japonês foi implacável, e os obsoletos Peashooters não eram páreo para os Zeros japoneses. Apesar disso, os pilotos da PAAC lutaram valentemente contra as chances e até abateram alguns inimigos. A ruína de Corregidor em maio de 1942 marcou o fim da conquista japonesa das filipinas. A PAAC foi dissolvida.

Capitão Antonio Bautista no seu caça a jato F-86 Sabre

Após a liberação das filipinas do governo japonês em 1945, o novo governo começou a reorganizar as forças aéreas. Um passo deste plano foi a Ordem Executiva 94, que separava a Força Aérea do Exército, transformando-a em uma entidade completamente separada com sua própria cadeia de comando. Outra repercussão desta ordem foi a criação da Philippine Air Patrol. A nova força foi rapidamente suprida com novas aeronaves - principalmente por P-51 Mustang Americanos. Estas aeronaves foram usadas em combate em missões de suporte aéreo contra os rebeldes Kamlon e HUK da década de 1950. A PAF entrou na era a jato em 1955, com a aquisição da aeronave de treino Lockheed T-33 e caças F-86 Sabre em 1956. Pilotos filipinos participaram da missão de paz da ONU no Congo em 1963, com missões destinadas contra rebeldes secessionistas. Na década de 1970 a Força Aérea foi chamada de novo - desta vez contra Moro National Liberation Front e o New People’s Army

Atualmente, as principais aeronaves usadas pela PAF são o Rockwell OV-10 Bronco e a aeronave de treino Marchetti S.211. A situação está para mudar, no entanto, caças leves sul coreanos KAI FA-50 estão para ser entregues. Outras máquinas em uso pela Força Aérea Filipina incluem o avião de transporte C-130 e o helicóptero W-3 Sokół.


Autor: Adam “BONKERS” Lisiewicz


Numa das futuras atualizações iremos incluir o Decalque da Força Aérea Filipina

Decalque feito por Colin 'Fenris' Muir
 

 

A Equipe War Thunder

Ler mais:
Caixa de Ferramentas!
  • 8 abril 2024
Mad Thunder: Rage and Loot!
Celebre o Dia Internacional do Voo Espacial Tripulado com um Decalque Temático!
  • 12 abril 2024
Thunder Show: FIRE ARC
  • 12 abril 2024