War Thunder background
Contratorpedeiro Classe Fletcher
Atenção! Esta notícia foi publicada na versão antiga da página. Pode haver problemas com a mostragem da mesma em certas versões do navegador.


 

  Os membros dos testes pré-beta poderão testar este novo contratorpedeiro num dos testes futuros, e o resultado do teste será tomado em consideração para o desenvolvimento da armada.   

introduzido no inicio dos anos 40 e servindo muito após da segunda guerra em várias nações, poucos navios ganharam estatuto tão icónico em serviço operacional quanto o norte americano Fletcher. Reconhecido instantaneamente pela maioria dos fãs da história, esta lenda naval está pronta para ser colocado em serviço numa das futuras sessões de teste da armada do War Thunder. 

História

O contratorpedeiro classe Fletcher é um dos mais famosos e produzidos navios de guerra construídos pelos EUA na segunda guerra. A sua história começa em 1939 quando os trabalhos para uma nova geração de contratorpedeiros norte americanos começou como resultado de um desempenho insatisfatório da corrente geração. Sabendo que os contratorpedeiros da altura não tinham alcance e poder de fogo adequados para uma possível guerra no Oceano Pacífico contra os japoneses, a armada norte americana especificou os requerimentos para o desenho de um novo navio, aumentando o alcance operacional, poder de fogo e velocidade. Sabendo que as limitações impostas pelos tratados navais da altura iriam colocar sérias restrições aos projetos de contratorpedeiros futuros, os EUA optaram por ignorar várias restrições a favor do desenvolvimento continuado dos seus novos contratorpedeiros topo de gama. Eventualmente, após vários anos de desenvolvimento, o primeiro Fletcher deixaria a doca seca em 1941 para operar no ano seguinte.
 
Mantendo em mente que o Fletcher estava destinado ao teatro de operações do Oceano Pacífico, que era mais calmo que o Atlântico, os projetistas usaram um alçado com casco “flush deck”, em contraste com o tradicional desenho em “forecastle” usado nas gerações anteriores. Isto não tornava o Fletcher num navio muito robusto, mas permitia rápidas adaptações e modificações para sistemas de armamento. Esta qualidade provou ser uma mais valia em fases mais tardias da guerra quando os japoneses usavam táticas kamikaze, à medida do aumento da frequência destes ataques, os navios eram equipados com armamento antiaéreo mais pesado, como os canhões de 40 mm Bofors. Tanta flexibilidade permitiu desempenhar virtualmente todas as tarefas necessárias para um contratorpedeiro.
 
Ao formar a base da armada norte americana da segunda guerra, não deve ser surpresa que o Fletcher tomou parte em quase todas as operações de combate ao longo do Oceano Pacífico, desde Midway a Okinawa. O excelente desempenho foi conseguido graças ao facto das docas secas norte americanas produzirem um total de 175 navios entre 1942 - 1945, dos quais apenas 25 foram perdidos em combate. Após a guerra, o Fletcher continuou a servir durante muitos anos em armadas por todo o globo, o último estando em mãos mexicanas em 2001.

Embora ultrapassar o desempenho real do Fletcher seja quase impossível, os futuros comandantes deste navio no War Thunder terão todas as ferramentas à sua disposição. Equipado com uma forte seleção de armamento ofensivo, desde canhões de 127 mm a duas torres com dez torpedos de 533 mm localizados a mais ou menos a meio do navio, o Fletcher é capaz de abater qualquer adversário em batalha num curto espaço de tempo. E enquanto o jogador está ocupado a combater navios adversários com canhões e torpedos, os artilheiros AI serão devastadores com suas armas antiaéreas, não deixando qualquer avião se aproximar. O armamento antiaéreo do Fletcher consiste em vários canhões de 20 mm Oerlikon e de 40 mm Bofors, duas das mais eficazes armas antiaéreas da guerra. No entanto, se o rumo da batalha se virar contra o Fletcher, fazendo da retirada a única opção válida, não entre em desespero. As duas turbinas a vapor apoiadas por quatro ebulidores, são capazes de gerar 60000 cavalos de potência, permitindo alcançar 36 nós (68 km/h). Esta potência aliada à forma do casco, dá aos comandantes uma agilidade excelente, permitindo escapar rapidamente de situações perigosas.



O Fletcher é um navio verdadeiramente versátil e será adorado por  muitos jogadores. Ele dá ao capitão liberdade absoluta ao nível de táticas. Independentemente da decisão de abordagem agressiva ou defensiva do comandante, a escolha é sua. No entanto, não se  esqueça de levar a equipe à vitória. Continue perto de seus colegas de equipe e observe seus aliados, ficar longe do resto da equipe e ir em direção a zonas de baixios pode sair muito caro. 

O Fletcher irá estar disponível numa das futuras sessões de testes navais. Continue atento às notícias para saber mais acerca do desenvolvimento das forças navais e  das próximas sessões de teste!


Wallpaper: 1280x1024 | 1920x1080 | 2560x1440


 

Ler mais:
RN Bolzano: O Último Cruzador
  • 18 março 2024
Imperial Flagship: SMS Baden
AH-1W Super Cobra
Veículo de Esquadrão: F-5E FCU

Comentários (0)

A notícia já não está disponível para comentar