War Thunder background
Aviões das Crónicas: Yak-3T (URSS)
Atenção! Esta notícia foi publicada na versão antiga da página. Pode haver problemas com a mostragem da mesma em certas versões do navegador.


Você pode desbloquear este avião no evento especial Crónicas do War Thunder!

O Yak-3T foi uma versão experimental do caça soviético Yak-3, que tentou melhorar o poder de fogo para poder enfrentar alvos blindados como tnaques. Os jogadores terão a chance de testar este único avião após completar 11 tarefas das Crónicas.


History:

No inicio de 1945, os engenheiros soviéticos estavam conduzindo testes numa nova versão do Yak-3. A nova modificação tinha como objetivo melhorar o poder de fogo do modelo base e permitir enfrentar blindados hpstis. Isto foi conseguido substituindo o armamento padrão com um par de 20 mm e um autocanhão de 37 mm. Esta arma deu ao Yak-3T uma respeitável cadência de tiro de 6 kg/s de projéteis. A carlinga do avião foi movida ligeiramente para a traseira da fuselagem para compensar a massa adicional do armamento. No entanto, com o avião sofrendo de vários problemas de confiança e a guerra a chegar ao fim, o projeto foi cancelado, pelo que nunca saiu de protótipo.

No War Thunder, o Yak-3T será uma avião colecionável colocado no terceiro nível da linha de pesquisa soviética. O avião é um verdadeiro híbrido - combinando características de manejo do Yak-3 com um poderoso canhão de 37 mm, similar ao usado pelo Yak-9T, que é capaz de desfazer os mais duros dos oponentes. Ao ser um avião premium, o Yak-3T irá permitir aos seus pilotos obter recompensas adicionais das batalhas.



O Yak-3T pode ser apenas obtido como prémio pela participação nas Crónicas do War Thunder. Desfrute do seu canhão N-37 e desfaça seus inimigos sem piedade!


Wallpaper: 1280x1024 | 1920x1080 | 2560x1440


Conheça todos os detalhes das Crónicas do War Thunder!

Ler mais:
Battle Pass: USS Flagstaff
  • 17 abril 2024
RN Bolzano: O Último Cruzador
  • 18 março 2024
Imperial Flagship: SMS Baden
AH-1W Super Cobra

Comentários (0)

A notícia já não está disponível para comentar